Romantismo em Portugal

Romantismo em Portugal

O Romantismo em Portugal surgiu no século XIX tendo como marco a obra A voz do Profeta, de Alexandre Herculano. Esse movimento surgiu em meio a uma insatisfação social, transformação econômica e política, visto que a família real veio para o Brasil temendo a invasão Francesa decorrente do Bloqueio Continental. (mais…)

Arcadismo no Brasil

Arcadismo no Brasil

O Arcadismo chegou ao Brasil no período em que o país vivia o Ciclo da Mineração, segunda metade do século XVIII, e o centro econômico era o estado de Minas Gerais. Os filhos da elite, nesse momento, eram enviados a Portugal para estudar em Coimbra, o que fez com que esses jovens tivessem contato com um novo estilo de vida levando-os a questionar, através das ideias Iluministas, algumas questões governamentais dando lugar às inúmeras revoluções e à chamada Inconfidência Mineira. (mais…)

Barroco no Brasil

Barroco no Brasil

O Barroco no Brasil teve seu início no final do século XVII. Esse foi o primeiro momento em que se teve produção própria brasileira, afinal, o que se tinha até então eram os portugueses produzindo sobre o Brasil.
Na escultura e arquitetura, Aleijadinho foi sem dúvidas o principal nome do Barroco no Brasil. Já na literatura, o início da poesia barroca foi marcado pela publicação, em 1601, da obra “Prosopopeia”, de Bento Teixeira. No entanto, o maior expoente da poesia barroca brasileira foi Gregório de Matos, mais conhecido como “Boca do Inferno”. (mais…)

Barroco Portugal

Barroco em Portugal

O Barroco em Portugal desenvolveu-se entre 1580, ano da morte de Luís Vaz de Camões, e 1756, momento em que começa a surgir um novo estilo: o Arcadismo. Nesse período, Portugal estava enfraquecido devido à grande crise econômica, política e social por que passava. Além disso, esse também foi o contexto da Contrarreforma, movimento de reação da Igreja Católica aos valores modernos renascentistas e de retomada dos valores cristãos. (mais…)

Quinhentismo

Quinhentismo

Pouco antes de 1500 os europeus iniciaram as grandes navegações, descobertas de novas terras e novos povos. Esse período literário, em que os europeus, principalmente os portugueses, chegaram ao Brasil, ficou conhecido como Quinhentismo, o momento do “descobrimento” brasileiro.  (mais…)

Classicismo

Classicismo

Quando falamos em Classicismo, devemos sempre associá-lo ao Renascimento, que envolve a retomada dos princípios clássicos, ou seja, dos valores greco-romanos.

O contexto do Classicismo compreende o final do século XV e o século XVI, época em que Portugal vivia seu auge devido às grandes navegações. Nesse ambiente de prosperidade econômica, muitas famílias portuguesas passaram a encaminhar seus filhos para estudar na capital cultural do mundo: Florença (Itália). (mais…)

Humanismo | Professor Noslen

Humanismo

O Humanismo destacou-se por ser um período de transição da Era Medieval para a Era Moderna e suas origens remontam à Itália do século XV. Deixando de lado o pensamento teocêntrico, característico da Idade Média, o Humanismo provocou uma grande mudança cultural na história da humanidade ao colocar o ser humano no centro de suas reflexões, fortalecendo o Antropocentrismo. (mais…)

Trovadorismo - Cantigas

Trovadorismo – Cantigas

Na Idade Média, os trovadores garantiam a diversão da corte ao som do instrumento musical. Isso porque, fora do contexto católico, que ditava a cultura oficial, também havia a produção de uma cultura popular. O Trovadorismo, portanto, refere-se à poesia dos trovadores, ou seja, ao poema feito à base de instrumentos musicais. Por isso, música e poesia são a mesma coisa, tanto é que chamamos de cantigas os poemas dessa escola literária. (mais…)