Como estudar para o Enem

Como estudar para a prova do Enem

Você acabou de se ver diante de todos aqueles conteúdos de língua portuguesa e não sabe nem por onde começar a estudar? A menos de um mês da prova da Enem, é importante organizar os estudos de modo a otimizar o seu tempo e absorver os conhecimentos da forma mais eficaz possível. 

Como sempre afirmo por aqui, não existem fórmulas milagrosas, dedicação e perseverança são requisitos básicos para não se deixar levar pelas armadilhas de uma velha conhecida nossa: a procrastinação, irmã de outra mais famosa ainda: a preguiça. 

Agora é hora de manter o foco naquilo que é mais importante, é o momento de revisar os conteúdos, não adianta mais ser bombardeado por excesso de novos conhecimentos, o mês passa muito rápido e, quando vemos, já era. Procure priorizar aquilo que é comum nas provas, pesquise testes anteriores, analise gabaritos. Tudo isso pode te ajudar para que a caminhada tenha um destino de sucesso. 

A fim de te ajudar neste momento de grande pressão e ansiedade, vou te dar dicas valiosas para tornar sua rotina de estudos mais organizada e eficiente. Acredite, isso tornará o seu dia a dia mais leve, e estudar deixará de ser um tormento. Vem comigo!

LEITURA

A prática da leitura deve ser diária. Não importa se você está lendo textos relacionados a outras áreas do conhecimento que não sejam relacionadas à língua portuguesa. O que vale mesmo é ler e ler muito! Dedique ao menos uma hora por dia para ficar por dentro do que está acontecendo ao seu redor, lendo notícias, artigos de divulgação científica, artigos de opinião, literatura etc. “Uma hora diária para leitura? Não é muito?” Não! Até mesmo porque, quando falo de leitura, não estou me referindo a um processo de codificação, mas de compreensão, de interpretação. E para chegar a esta habilidade, é necessário questionar, ler opiniões diversas sobre o assunto, conversar, se possível, com especialistas, tirar dúvidas com professores, discutir em grupos de amigos. Ler é muito mais que aquela famosa “passada de olhos”!

PRODUÇÃO DE TEXTO

Eu sei que você não dispõe de tempo exclusivo para os estudos de língua portuguesa, mas, considerando que a redação é parte fundamental da prova do Enem, é bastante justificável que você dedique um bom tempo da sua rotina para produzir textos e, assim, aprimorar sua capacidade de argumentação. Escreva ao menos uma vez por semana, se possível, duas vezes. Seria interessante mostrar seu texto para outra pessoa, pode ser um amigo, alguém da família e, mais legal ainda, seu professor. 

É importante lembrar que leitura e escrita caminham juntas. Não adianta dominar as regras da norma culta, conhecer frases de efeito, ter concordância exemplar se você não sabe o que dizer. É a leitura que vai te proporcionar condições de ampliar seu vocabulário, argumentar, fazer paráfrases, usar de recursos como ironia e outras figuras de linguagem. Quer turbinar a escrita? Leia muito! Leia sempre! 

ESTUDOS DE GRAMÁTICA

Ainda que o foco do Enem não seja a gramática pela gramática, é preciso estar por dentro das regras, saber não apenas usá-las, mas compreender como funcionam. Na regência verbal, por exemplo, um verbo, quando transitivo direto, pode apresentar sentido completamente diferente de quando é transitivo indireto. Não é legal ter domínio disso para usar as regras a seu favor e, assim, estabelecer uma conexão com o seu leitor através da interpretação de um texto?

Reserve, pelo menos, dois dias da semana para se organizar com relação a esta área. Você pode começar pelos conteúdos mais fáceis, eles te darão embasamento para prosseguir e compreender os mais complexos. Use apostilas, monte esquemas em seu caderno, adquira muitos post-its. Todo recurso é válido para memorização daquilo que é mais importante. 

LITERATURA

Você não é uma pessoa antenada em arte? Está esperando o que para se tornar uma? Conhecimento acerca de escritores, artistas, vanguardas, obras clássicas e contemporâneas, tudo é, mais do que válido, necessário para a construção do seu conhecimento. Naquelas horinhas vagas, visite museus, frequente bibliotecas públicas, empreste livros, converse com bibliotecários e, claro, com seu professor ou professora. O Enem curte abordar arte, visto que é uma forma de perceber o candidato enquanto alguém que tem pensamento crítico formado, que sabe reconhecer um texto ou qualquer outra obra de arte em seu valor. Isso é importante para interpretar o mundo, é importante para mudá-lo!

MAPA CONCEITUAL

Não é de hoje que mapas conceituais ajudam a sintetizar e memorizar determinados assuntos. Você pode utilizá-lo como um aliado nos estudos. Comece centralizando o conceito estudado e vá montando uma espécie de organograma ao redor dele. O conceito deve sempre se ligar a uma palavra-chave ou parágrafo bastante resumido que relembre as informações secundárias. Um exemplo: você pode centralizar o conceito de “dissertação escolar”. Ao redor deste conceito, é possível destacar informações como “introdução e contextualização”, “exposição do(s) problema(s)”, “argumentação”, “proposta de solução para o problema”. Outro exemplo: você pode centralizar o conceito de argumento e ligar a ele alguns tipos, como argumento de autoridade, argumento de alusão histórica, argumento de comprovação lógica etc. 

RECURSOS TECNOLÓGICOS 

Há quem diga que recursos como tablet, computador, celular podem causar danos aos estudos, especialmente à leitura, visto que a luz de sua tela causa efeitos que prejudicam a percepção de certas informações. Como tem sido a experiência com recursos tecnológicos para você? Se tem te ajudado e surtido bons efeitos, não há motivo para deixá-los de lado. Não podemos esquecer que o Governo Federal pretende tornar o Enem virtual nos próximos anos. Ter domínio destas ferramentas é, portanto, benéfico para organização própria. Claro que isso não significa passar um dia inteiro diante do computador, é importante intercalar com leitura de livros, simulados feitos em papel etc.

RECURSOS/MATERIAIS DE PAPELARIA

Muitas pessoas são extremamente visuais na hora de estudar. Dessa forma, quanto mais anotam, mais memorizam os conteúdos necessários. Canetas para marcar textos, post-its, folhas A3 (para produção de cartazes e mapas conceituais), clipes, fitas corretivas, canetas coloridas, tudo é muito bem-vindo para organização.  Que tal fazer da parede do seu quarto um mural? Se for possível, cole cartazes provisórios, com muita cor e resumos. Você pode estudar da sua cama!

ORGANIZAÇÃO SEMANAL

Vou deixar uma sugestão de organização semanal para os seus estudos. Sei que não é fácil administrar língua portuguesa com outras áreas do conhecimento, mas tudo se torna possível quando o tempo é aproveitado com qualidade. Tente colocar em prática!

Segunda-feira:

1 hora de pesquisa e leitura de temas da atualidade.

1 hora de estudos gramaticais.

Terça-feira:

Leitura de jornais, revistas, suportes e gêneros textuais diversos.

1 hora de prática de produção de texto (escolha um tema pesquisado na segunda-feira)

Quarta-feira:

1 hora de estudos gramaticais.

1 hora dedicada a leitura de gosto pessoal (dê preferência a bons livros)

Quinta-feira:

1 hora de leitura de jornais, revistas e outros suportes de escolha pessoal.

1 hora dedicada a resolução de simulados.

Sexta-feira:

1 hora de leitura de gosto pessoal (lembre-se dos bons livros!)

1 produção de texto relacionada a um tema lido na segunda-feira. 

Sábado e domingo:

Veja filmes relacionados a conteúdos estudados.

Encontre amigos para estudarem juntos.

Veja videoaulas na internet. 

Relaxe! Corpo descansado, mente turbinada!

Espero ter ajudado com estas dicas, procure otimizar sua rotina de estudos, seguindo um cronograma. Fará toda a diferença!

Abraços e bons estudos!


 

Espero que de alguma forma esse conteúdo tenha te ajudado. Mas o que acha de assinar a minha Plataforma de Estudos 2.0 e melhorar ainda mais seus estudos no colégio, no cursinho ou tirar aquela nota máxima no Enem?

E como eu realmente quero te ajudar, eu liberei algumas aulas gratuitas da minha plataforma pra você. 

Bora dominar o português e conquistar seus objetivos? Clique aqui e aproveite gratuitamente! 



SAIBA MAIS

> Tudo sobre o Enem 2019

> Como se preparar para o Enem: dicas infalíveis

> Quais são as competências avaliadas na redação do Enem

 

Me acompanhe também nas redes sociais: curta a página no Facebook, siga no Instagram, e se inscreva no Youtube.

Compartilhar:

2 comentários

  1. Grande professor Noslen! tudo bem? estou estudando para um concurso público e na procura por aulas de português na internet acabei encontrando os seus vídeos no youtube, muito bom o seu método de ensino, dinâmico com paródias musicais e brincadeiras tornando as aulas mais leves e agradáveis, assistindo aos vídeos adquiri um bom aprendizado, relembrando conteúdos que estudei à muitos anos,que com certeza vai me ajudar não só na prova do concurso, mas também em vestibular enem e até em outros concursos futuros,valeu professor abraço.

    1. Oi, Ronaldo! Que alegria ler o seu comentário! Fazemos tudo por vocês! Desejo sorte! Abraço!

Deixe uma resposta