Modernismo 1ª geração

Modernismo 1.ª geração

O Modernismo no Brasil passou por três momentos distintos. A Primeira Geração, também chamada de Fase Heroica, foi um período de afirmação nacional, em que predominou a postura radical de rompimento com os padrões artísticos tradicionais, afinal, a primeira metade do século XX foi marcada pela convivência entre tradição e modernidade de maneira nem sempre pacífica. Naquela época, por exemplo, os artistas tradicionais, como os parnasianos, eram bem vistos pela sociedade e, portanto, possuíam mais prestígio. Já os artistas modernistas precisavam ganhar espaço no cenário cultural brasileiro. Vale lembrar que o Modernismo no Brasil chegou, principalmente, através de brasileiros que possuíam muito poder aquisitivo e eram enviados à Europa por seus pais para estudarem. Lá, tinham contato com as ideias modernas, como as Vanguardas Europeias, e as traziam para o Brasil. A criação do jornal “O Pirralho”, produzido e editado por Oswald de Andrade, em 1912, é um exemplo de como o Modernismo já vinha se manifestando na época. Porém, o marco representativo desse movimento foi a Semana da Arte Moderna, em 1922, evento no qual o autor, junto com Mário de Andrade, Menotti Del Picchia, Tarsila do Amaral e Anita Malfatti, chocou a sociedade brasileira. Este grupo ficou conhecido como “Os cinco”.

E aí, quer saber mais sobre a Primeira Geração Modernista? Confira o vídeo desta semana no meu canal do YouTube:


BANNER-EBOOK-ENEM

Compartilhar:

Deixe uma resposta