Por que ou porque?

“Por que” ou “porque”? Eis a questão!

Antes de começarmos a abordar o conteúdo de hoje, vou te propor um desafio! Observe a atividade a seguir. Você deve tentar preencher as lacunas das frases em destaque com o uso correto dos porquês. Não vale consultar outros sites ou livros nem pular direto para a nossa explicação aqui!

Joana faltou à reunião e não explicou ______________________.

No dia seguinte, soubemos que Joana faltou ____________________ seu filho estava doente. 

Não existe um _____________________ para os atrasos de Miguel.

______________________ Miguel se atrasou ontem?

Miguel faltou novamente. Você sabe ______________________?

Pronto? Alguma dificuldade? É normal ficarmos em dúvida quando diante do uso dos porquês. Todos eles possuem exatamente a mesma pronúncia e parecem bastante fáceis na modalidade da fala. Contudo, quando na escrita, provocam grande confusão, visto que apresentam grafias diferentes e, por isso mesmo, podem ser usados significando coisas completamente distintas. 

Por esse motivo, preparamos um guia prático que vai te ajudar a nunca mais ter dúvidas sobre seus usos. Vou te explicar de um jeito fácil de entender e prático de usar! Vamos lá?

Por que (Preposição + pronome interrogativo)

Tem sentido de “por qual razão” ou “por qual motivo”. Dessa forma, deve ser sempre escrito como duas palavras separadas, não apenas em frases interrogativas, mas também em afirmações. Vejas os exemplos.

Exemplo 1: Não entendo por que (por que motivo) você não aproveita o tempo livre para terminar seu texto hoje.

Exemplo 2: Por que (por que motivo) você não aproveita seu tempo livre para terminar aquele texto?

Por que (Preposição + pronome relativo que)

Neste caso, significa “pelo qual” ou “pela qual”. Veja os exemplos.

Exemplo 1: O caminho por que (pelo qual) passamos parecia uma pintura de Van Gogh. 

Exemplo 2: A teoria por que (pela qual) lutava foi reconhecida recentemente. 

Por quê

Continua significando “por qual motivo” ou “por qual razão”. Usado em final de frase, antes de pontuação (seja ponto final, exclamação ou interrogação). Veja os exemplos.

Exemplo 1: Gustavo terminou o namoro e não disse por quê

Exemplo 2: Deixar para amanhã o que pode fazer hoje? Por quê?

Porque (Conjunção)

Enquanto conjunção, “porque” costuma ter uma relação de sentido de explicação. Em alguns contextos, pode também ter sentido de causa. Em ambos os casos, trata-se de uma conjunção coordenativa. Vejamos os exemplos.

Exemplo 1: Ficou sem nota porque não entregou o trabalho na data prevista. (porque = pois – explicação)

Exemplo 2: Porque não se sentia bem, deixou de comparecer à reunião da escola. (porque = uma vez que – causa)

Porquê (Substantivo)

Este é um caso em que a palavra foi substantivada, ou seja, acompanhada de um artigo (definido ou indefinido) ela passou a ter valor de substantivo, significando “motivo” ou razão”. Vejamos os exemplos.

Exemplo 1: Não havia um porquê para tanta agressividade. 

Exemplo 2: Daniel não explicou o porquê de sua ausência. 

Agora que você realizou uma leitura atenta deste guia rápido e prático, experimente preencher novamente as lacunas das frases lidas no começo deste post.

Joana faltou à reunião e não explicou ______________________.

No dia seguinte, soubemos que Joana faltou ____________________ seu filho estava doente. 

Não existe um _____________________ para os atrasos de Miguel.

______________________ Miguel se atrasou ontem?

Miguel faltou novamente. Você sabe ______________________?

Garanto que cometeu menos erros ou até mesmo gabaritou, não é?! Isso prova que o uso correto dos porquês não depende de decoreba, mas da compreensão da sua função e do seu significado! Com o post de hoje não tem erro, seus textos vão bombar daqui para frente! 

GABARITO DAS FRASES

Joana faltou à reunião e não explicou por quê.

No dia seguinte, soubemos que Joana faltou porque seu filho estava doente. 

Não existe um porquê para os atrasos de Miguel.

Por que Miguel se atrasou ontem?

Michel faltou novamente. Você sabe por quê?


BANNER-EBOOK-GUIA-ENEM-2019

Compartilhar:

Deixe uma resposta