Resumo Novo Acordo Ortográfico

Resumo do Novo Acordo Ortográfico

O atual Acordo Ortográfico foi aprovado e assinado no ano de 1990. Ele visa a uma padronização entre os países falantes de língua portuguesa. Outras reformas já haviam sido acordadas anteriormente, mas não houve consenso entre os responsáveis e várias alterações foram feitas.

No Brasil, o prazo inicial para adesão às mudanças era o ano de 2013. No entanto, depois de alguns adiamentos, o acordo acabou se tornando vigente a partir de janeiro de 2016. 

O fato é que ainda hoje nós brasileiros enfrentamos muitas dúvidas quanto às alterações, usando, na maioria dos casos, regras anteriores a elas.

Como você sabe, existe uma necessidade muito grande de adequação, visto que em concursos, vestibulares eventos e trabalhos acadêmicos, além de outras situações formais de uso da escrita o novo acordo é cobrado.

Pensando nisso, preparamos um resumo que vai acabar de vez com as suas dúvidas! Confira a seguir!

Alfabeto

Passou a ter 26 letras com a adição das consoantes K, W e Y. Embora muitos já as usassem, somente com o acordo elas foram oficializadas. Veja:

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Acentuação

Grande parte das alterações está centrada nesta área. Vejamos alguns casos.

  • Trema

Continua apenas em palavras estrangeiras. Bastante comum em sobrenomes e nomes próprios estrangeiros.

Tranqüilidade = tranquilidade

Müller = Müller

  • Acento diferencial em palavras homógrafas, ou seja, aquelas que possuem a mesma grafia, apesar de significarem coisas diferentes.

Agora, perde-se o acento.

Pára (verbo) = para

Para (preposição) = para

  • Acento circunflexo (eem; oo)

Palavras que apresentam estes casos não são mais acentuadas.

Lêem = leem

Crêem = creem

Perdôo = perdoo

Enjoo = enjoo

Atenção! Continua o acento diferencial de singular e plural em verbos como vir e ter. Veja:

Ela tem / Elas têm

Ele vem / Eles vêm

  • Ditongos abertos em palavras paroxítonas (ei; oi)

Não são mais acentuados.

Geléia = geleia

Alacatéia = alcateia

Jibóia = jiboia

Heróico = heroico

  • Acentuação de i e u depois de ditongo nas paroxítonas.

Também perderam o acento.

Feiúra = feiura

Sauípe = Sauipe

Hífen

Este é, provavelmente, o item da reforma que mais gera dúvidas, pois muitas palavras que não recebiam o sinal agora precisam apresentá-lo, enquanto outras não o possuem mais. Confira.

O hífen é utilizado:

  • quando o segundo elemento da palavra começa com h.

Super-homem

Anti-herói

  • para separar vogais ou consoantes iguais.

Contra-atacar

Micro-ondas

Inter-racial

Sub-base

Observe:

  • Em palavras cujo prefixo termina em vogal e o próximo termo começa com r ou s, tais consoantes são duplicadas.

Ultra-som = ultrassom

Neo-Realismo = Neorrealismo

  • Quando as consoantes do segundo termo são diferentes de r e s, também não se usa o hífen:

Microcomputador

Seminovo

  • Palavras com prefixo re e segundo elemento iniciado por e não recebem hífen.

Reeditar

Reeleição

  • Em palavras com prefixo co, não se usa mais o hífen. Se o segundo elemento começar com h, a consoante é excluída.

Co-habitante = coabitante

Co-autor = coautor

  • Os prefixos pré, pós e pró ainda exigem hífen.

Pré-escolar

Pós-graduação

Pró-reitor

  • Prefixos pam e circum recebem hífen quando seguidos por palavras que começam com vogal ou pelas consoantes h, m e n.

Pan-americano

Pan-hispânico

Circum-navegação

Circum-murado

Com esse resumo, não há como se dar mal quando o assunto for o Novo Acordo Ortográfico! Quer uma dica? Leia muito! A maioria dos livros de gramática ou mesmo obras literárias já têm recebido edição nos padrões da reforma desde 2012.

Está estudando para o Enem ou vestibular? Pratique estas novas regras na escrita! Pesquise os temas das provas anteriores e simule as redações já dentro do novo padrão e até o final do ano o uso contextualizado destas normas será simples e de fácil entendimento!

Compartilhar:

12 comentários

  1. Ótima explicação, o acordo ainda é uma confusão para muitos, mas com o professor Noslen não tem erro. Obrigada professor.

  2. Muito Bom!

  3. Professor, muita grata por seu trabalho tão especial, que alcança tantas pessoas. Sem palavras para expressar minha gratidão.

  4. Gratidão! Adorei!

  5. Excelente explicação. Estava realmente com dúvida porque em muitos sites a explicação estava confusa. Mas agora consegui entender. Obrigada

  6. Muito bom! obrigada professor Noslen.

  7. Adoro seu trabalho e divulgo muito seus vídeos aos meus alunos!

Deixe uma resposta