Vanguardas europeias

Vanguardas Europeias

O grande conflito do começo do século XX foi entre os tradicionalistas, que visavam à manutenção dos princípios clássicos, e os modernistas, que buscavam romper com tais valores. Foi nesse contexto de oposição entre a arte tradicional e a arte moderna que surgiram as Vanguardas Europeias.

 A palavra “vanguarda” origina-se da junção de dois termos franceses: “avant” (avante, adiante) e “garde” (guarda, tropa). Sendo assim, vanguarda é aquilo que segue adiante, à frente, tendo o futuro como direção. As Vanguardas Europeias, portanto, consistiram em uma postura radical de ruptura contra os princípios clássicos tradicionais, negando, para isso, o passado. Tal rompimento se deu por meio da busca de novas formas de expressão, visto que as tradicionais não interessavam mais naquele momento. Ao todo, foram cinco as grandes Vanguardas Europeias: Futurismo, Expressionismo, Cubismo, Dadaísmo e Surrealismo.
Quer saber os detalhes sobre cada uma delas? Confira o vídeo no meu canal do YouTube:


BANNER-EBOOK-ENEM

Compartilhar:

Deixe uma resposta